Câmara Municipal realiza Audiência Pública no Parque das Indústrias para discutir implantação de projeto imobiliário

  • Autor: Ronaldo Silveira - 05/07/2017 - Local: Escola Municipal Sebastião Ferreira de Oliveira
  • Autor: Ronaldo Silveira - 05/07/2017 - Local: Escola Municipal Sebastião Ferreira de Oliveira
  • Autor: Ronaldo Silveira - 05/07/2017 - Local: Escola Municipal Sebastião Ferreira de Oliveira
A Câmara Municipal de Betim realizou Audiência Pública na noite de quarta-feira (5 de julho), na Escola Municipal Sebastião Ferreira de Oliveira, para discutir os impactos e as contrapartidas da implantação de um empreendimento imobiliário da Construtora Direcional no Bairro Parque das Indústrias. O evento foi solicitado pelo vereador Tiago Santana (PCdoB), que coordenou os trabalhos, através do Requerimento nº 545/2017.

O vereador Leo Contador (DEM), presidente do Poder Legislativo, voltou a criticar a verticalização imobiliária verifica em Betim nos últimos anos. “Serão 1.400 novos apartamentos numa região já saturada e que não tem condições de oferecer bons serviços públicos. Muitas melhorias precisam ser feitas para poder absorver o impacto desse elevado número de moradores que chegará. Por isso as contrapartidas da construtora deverão ser efetivas para a comunidade local”, frisou Leo.

Tiago Santana classificou como ridículas as contrapartidas que normalmente são ofertadas pelos empreendedores que resolvem investir em Betim. No caso específico da Direcional, está sendo oferecida a construção de um Parque Ecológico. Na avaliação do vereador, isso é muito pouco e representará mais um equipamento que demandará investimento e manutenção constante do Poder Público. “O Parque Ecológico é importante, porém existem outras demandas mais urgentes por parte da população. Vamos ouvir atentamente as reivindicações das pessoas que moram por aqui e tentar obter o máximo de retorno do empreendedor”, assinalou o parlamentar.

Vários cidadãos tiveram a oportunidade de usar a palavra e manifestaram anseios diferentes em relação à oferta do Parque Ecológico. As necessidades reais da região que foram relatadas são estas:

- Construção de creches
- Construção e ampliação de unidades de saúde
- Melhoria da mobilidade urbana, com construção de vias de acesso às Avenidas Juiz Marco Túlio Isaac e Belo Horizonte
- Pavimentação, construção de rede de água, esgoto e luz na Rua 10
- Estudo do impacto ambiental a ser gerado pelo empreendimento
- Implantação de cursos profissionalizantes para os jovens
- Melhoria no transporte público
- Canalização do córrego que passa no Bairro Parque das Indústrias
- Criação de projetos sociais
- Reforma do campo de futebol do bairro
- Investimento para fomentar a prática do futebol na comunidade

Também participaram da Audiência Pública o presidente da Associação Comunitária do Bairro Parque das Indústrias, Sandro Guilhermino, a representante do grupo de moradores do Bairro Jardim Brasília, Kateanne Lopes, e a representante da Procuradoria-Geral da Prefeitura Municipal, a advogada Ana Beatriz.

Diretoria de Comunicação Social
Jorn. Wagner Augusto
Publicado em: 06/07/2017